Para refletir: faça hoje!

Oi gente! Como vocês estão? Essa semana comecei a pensar um pouco sobre o ano e como o tempo voa! Já estamos quase em setembro e parece que 2015 mal começou. Vocês não sentem o mesmo? Parece que quanto mais envelhecemos, mais rápido a vida passa… Pensando nessa questão do tempo, lembrei de um texto que li e que me chamou muito a atenção. O título é bastante sugestivo e nos faz questionar um pouquinho sobre o modo como estamos levando a vida: Quando foi a última vez que você fez algo pela primeira vez? O texto é de uma colunista do Jornal Estadão, Ruth Manus, e reproduzo abaixo alguns trechos. Espero que vocês também gostem!

“(…) Então, diariamente, uma pergunta martela na minha cabeça: quanto tempo perdemos? E quanto tempo ainda vamos perder? Porque me falta tempo; porque acordo cedo amanhã; porque tô com enxaqueca; porque tô de dieta. Com excesso de zelo, excesso de cautela, excesso de fé na ideia de que sempre pode ficar para amanhã. Chega, vai. A vida é só uma e a vida passa correndo. Quando a gente vê, já passaram as chances e tudo o que sobra na cabeça é um triste e fosco rol de hipóteses não tentadas e de riscos não corridos.

E essa conversa não é necessariamente sobre projetos grandiosos. É simplesmente sobre sopros de liberdade. Sobre uma vida mais feliz por ter menos regras intransponíveis. É sobre pegar um cinema sozinho, de preferência numa terça-feira. Sobre comprar uma passagem poucas horas antes do voo. E ir só com a roupa do corpo. (…)

Sobre ligar, dizer que sente falta, que sente muito, que sente que pode ser agora.
Sobre comprar aquela peça de roupa que você sempre namorou, mas que acha inadequada para a sua idade ou para o seu tipo físico.
Sobre finalmente mandar pessoas tóxicas à merda.
Sobre cortar curtinho, pular do alto, nadar no fundo. (…)

Porque é fácil levar uma vida banal e queixar-se a respeito dela. Mas será que quando a vida não é fantástica, a culpa é do destino ou a culpa é nossa? Eu não sei se a vida é curta, mas sei que essa vida é uma só. E que o tempo não volta. A gente tem que fazer o que tem que ser feito. Pode ser hoje. Façamos ser hoje”.

hoje

 

O que acharam? Espero que o texto também ajude vocês a refletir um pouquinho sobre a vida e a rapidez com que ela passa. Então, vamos começar a fazer algo pela primeira vez hoje mesmo?

Beijos, nos vemos no próximo post!

 

logo Ana P

avatar
3
1

1 Comment

  1. avatar
    Juliana agosto 31, 2015 Reply

    Lindo, amei!!!!!!

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*